• NÃO HÁ VÍTIMAS!




    Quantas vezes nos sentimos injustiçados no decorrer da vida? Esta pergunta pode parecer um tanto quanto inócua, mas não é. Faço esta pergunta e me refiro a inúmeras possibilidades que ela possui.

    Quando por algum motivo somos afrontados moralmente, fisicamente e muitas outras terminações com mente nos sentimos altamente prejudicados e consideramos que pelo menos momentaneamente somos vítimas.

    É aí que mora o perigo, a vitimização é mordaz e crucial para que pensemos que a vida é um contrassenso e que você é responsável por tudo de ruim que acontece no planeta e está sendo punido por isso.

    Pode parecer que nossa jornada é um pouco sem sentido quando se toca no assunto vingança. Para ser mais exato uma vingança planejada por todos, ou melhor, uma vingança planetária ou inferno astral.

    Aí aparece uma doença que você menos espera, aquela pessoa que você também menos espera te diz umas poucas e boas, aparece um problema no carro, a(o) filha(o) que vai mal na escola, a sua sogra que não te deixa em paz, ou cunhado, vizinho...

    Lógico que não acontecendo necessariamente nesta ordem. O sentimento é de ultraje. Você se sente a pior pessoa do mundo, acha que é uma grande vítima.

    Na verdade não somos vítimas, somos aprendizes dos acontecimentos vividos. Muitas situações ocorrem em nossas vidas e não entendemos o motivo, mas no fundo no fundo merecemos passar por tudo que estamos passando.

    Seja qualquer um dos motivos que citei, a referência é sempre a mesma, observar e ficar atento às dicas que a vida nos oferece e sempre ter em mente que não é uma cilada do destino, mas uma forma de sermos eternos aprendizes na vida. 
  • Você pode gostar também

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por mim (Randerson Figueiredo) antes de serem publicados. Não serão aprovados os comentários:
    - não relacionados ao tema do post;
    - com pedidos de parceria;
    - com propagandas (spam);
    - com link para divulgar seu blog;
    - com palavrões ou ofensas a pessoas e situações;