• MASCULINO X FEMININO - ANIMA E ANIMUS



    É certo que existe um lado feminino dentro de cada homem e que o mesmo se aplica a mulher, um lado masculino. O que não é certo é como esses lados são mesclados e como agem de acordo em cada situação.

    Não me refiro aqui a questão da homossexualidade, não, não se trata disso. Refiro-me a uma questão mais transpessoal, mais subjetiva e inquietante em ambos os lados.

    Hoje percebo que há uma certa feminilização do homem e uma masculinização da mulher. O inconsciente do homem encontra expressão como uma personalidade interior feminina: a Ânima.

    No inconsciente da mulher, esse aspecto é expresso como uma personalidade interna masculina: o Ânimus. Que de uns tempos para cá vem se mostrando cada vez mais aguerrida.

    A força intrínseca que move este universo, está na mulher e não no homem. Coloca-se à prova sempre a constatação de que o homem é o ser vital que encabeça a raça humana.

    Sabemos hoje que isso é um arquétipo, segundo a nomenclatura definida por Jung, e que esse arquétipo está prestes a ruir, se é que já não ruiu definitivamente.

    Por participarmos de uma sociedade ainda patriarcal e machista, o homem teve que se soerguer a uma infinidade de argumentos para tentar provar que ele é o mais forte.

    Esse argumento é uma falácia. Haja vista que a mulher já ofereceu inúmeras provas que é largamente mais forte principalmente emocionalmente que o homem.

    Primeiro porque já na gestação é mais provável que nasça uma mulher do que um homem, isso já foi comprovado cientificamente; segundo que estamos nas mãos delas, porque? Bem, se a mulher não sofrer a dor do parto, se optar só por cesariana a raça humana corre o risco de extinção.

    E terceiro, ela possui o verdadeiro eu masculino dentro dela, por isso torna-se uma super mulher. Não, não estou aqui para fazer uma defesa arbitrária a respeito da mulher, mas para comprovar evidências de que tudo isso é verdade.

    Para ficar mais claro observe: podemos definir algumas características ânimus como ser ativo, rígido, cobrador, ligado à razão, à lógica, usar mais o amor condicional, buscar o conflito, a agressividade e a destruição.

    Já a personalidade ânima é passiva, flexível, tolerante, ligada ao sentimento, à intuição, usa mais o amor incondicional, evita o conflito, é protetora do mundo afetivo e ligada à criação.

    Claro que, só para reforçar a ideia, não são os homens personalidades ânimus e as mulheres ânima. Em cada um interagem aspectos de ambos os pólos, havendo predominância de um sobre o outro.

    Por isso, cada um de nós precisa estar atento à parte que nos falta a alcançar, percebendo no outro, não um alvo às nossas críticas, mas um espelho que nos sirva de referencial de auto-observação.

    Ao estabelecer uma relação conjugal, homens e mulheres se associam com personalidades que lhes são diferentes e ao mesmo tempo lhes completam.

    Integrar o que há de bom no outro como um conteúdo pessoal é ampliar o patrimônio próprio de conteúdos psíquicos e tornar-se mais próximo da individuação.


    Nós homens precisamos aprender e apreender o lado bom de ânima, e as mulheres o lado bom de ânimus. Assim acredito em uma sociedade no futuro mais ânima, mais tolerante, mais flexível... Criando valores frutíferos, enfim, um mundo melhor para se viver.
  • Você pode gostar também

    8 comentários:

    1. Respostas
      1. Que bom que gostou Andressa Bragança, espero que esteja sempre disposta a opinar neste espaço, pois a participação de vocês leitores é essencial para a manutenção do meu trabalho. Fraterno abraço.

        Excluir
    2. boa noite
      Tem algum livro pra indicar sobre como a mulher pode usar esse lado masculin

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá, tudo bem?
        Tenho um livro sim para indicar, chama-se: Animus e Anima de Emma Jung.

        http://www.pensamento-cultrix.com.br/animuseanima,product,978-85-316-0015-4,49.aspx

        Espero que goste da leitura, acredito que irá gostar, pois se gostou do texto que escrevi irá gostar deste livro. Fraterno abraço e sempre que possível visite o Jung na Veia, és bem vindo(a).

        Excluir
    3. Na verdade nas gestação é mais provável que nasce um homem.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigado pelo seu comentário. Fraternal abraço.

        Excluir
    4. adorei o texto, bem explicativo, parabéns

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Muito obrigado! És bem vindo(a) ao blog, caso queira deixar sugestões fique à vontade.

        Excluir

    Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por mim (Randerson Figueiredo) antes de serem publicados. Não serão aprovados os comentários:
    - não relacionados ao tema do post;
    - com pedidos de parceria;
    - com propagandas (spam);
    - com link para divulgar seu blog;
    - com palavrões ou ofensas a pessoas e situações;