• ANTES DE PARTIR - POESIA (1ª PARTE)



    Olá caro leitor deste blog. Hoje vamos de poesia? Esta poesia fala de uma pessoa que diante da morte não se deteve ao martírio, e consciente conseguiu falar aquilo que precisava passar aos demais. Diante de uma grave doença conseguiu se ater aos seus anseios e não se abateu.

    Vamos à poesia ANTES DE PARTIR...  

    ANTES DE PARTIR

    Antes de partir
    Antes de ir embora
    Desejo refletir
    Sobre o que me apavora

    Daquilo que está decidido
    Que não tem mais volta
    De coração partido
    Uma decisão imposta

    Não por mim
    Mas por uma grave enfermidade
    Sei que deve ser assim
    Devo saber a realidade

    Partir com ânimo
    Sem derrota aparente
    Sem nenhum desânimo
    Saber que foi plantada a semente

    Aquela jogada em terra molhada
    Num largo sorriso da gente
    Arada e selada
    Para podermos seguir em frente

    Com coragem
    E determinação
    Uma breve abordagem
    Do que é agir com resignação

    Sem se deixar abater
    De valentia estendida
    E por fenecer
    Essa pessoa sofrida

    Que aqui vos fala
    Que por ora chora
    E que agora cala
    A alma que enfim consola

    E agora que partiu
    O broto enfim floresce
    A árvore da vida sorriu
    Ao grande espírito que só cresce

    E nessa jornada espiritual
    Consagramos desta feita o ser
    Numa eterna viagem astral
    Não me afeiçoei ao ter

    É o que define quem somos
    É o que define o limiar da vida
    Para onde vamos
    Quando terminada a lida

    E entre uma e outra opinião
    Sua e dos seus
    Refletimos a velha ocasião
    De verdadeiramente sermos julgados por Deus

    Com amor e mansidão
    Assim se faz sua misericórdia
    Sem solidão
    E com concórdia

    E recebido pela sinergia frugal
    Só posso render graças
    Em não ter cometido nenhum pecado capital
    E pelo livro da vida não ser atacado pelo roer das traças

    Despeço-me com felicidade
    E com brio no olhar
    Iremos nos encontrar na eternidade
    E conte comigo sempre que precisar



    Poesia composta por Randerson Figueiredo em 01/05/17 às 14h50min.
  • Você pode gostar também

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por mim (Randerson Figueiredo) antes de serem publicados. Não serão aprovados os comentários:
    - não relacionados ao tema do post;
    - com pedidos de parceria;
    - com propagandas (spam);
    - com link para divulgar seu blog;
    - com palavrões ou ofensas a pessoas e situações;