• A METAMORFOSE DA INDIVIDUAÇÃO


    *** Com esta poesia tento explicar o processo de individuação elaborado por Carl Gustav Jung, espero que aprecie***

    A METAMORFOSE DA INDIVIDUAÇÃO

    Ao crescer percebi o que nunca foi dito
    Sobre sombra e individuação
    Daquilo que foi descoberto no grito
    E através de muita insinuação

    Um diálogo entre o Self e o Ego
    Uma plena busca pelo significado da vida
    Do que eu entrego
    Quando não se tem mais saída

    Através de vários processos de individuação
    Descobrimos nosso mesmo em-si
    E através de elevada colaboração
    De Carl Gustav Jung observo aquilo que nunca vi

    Um processo que ocorre no meio da vida
    E através dele conseguimos identificar
    Em contrapartida
    Um novo modo da meia-vida vivenciar

    E experimentando todas essas fases
    Ecoa noite e dia
    O brilho das pazes
    A terminar toda a agonia

    De não saber o que acontece
    Com nossa mente
    Daquilo que nos embrutece
    Mas que lá no fundo foi plantada a semente

    Uma constante descoberta
    Do nosso eu interior
    Uma situação completa
    Que deve ser feita com amor

    E ao passo que vai se revelando
    O nosso caminho se estreita
    E passo a passo vai caminhando
    Para uma vida quase perfeita

    Como se vivêssemos uma aventura num albergue
    E ao descobrir que tudo que fazemos
    É revelar a ponta de um iceberg
    Uma carga emocional de tudo o que trazemos

    Jung foi um grande alquimista
    Ao perceber com profundidade a misteriosa alma humana
    E como um mago equilibrista
    Fez de uma mansão a mais simples choupana

    Ciente de seus ensinamentos
    Elevo meus pensamentos à espiritualidade
    E ao passar por graves tormentos
    Percebo o Self e a sua totalidade

    E aquilo que se incita
    Levamos sereno e forte
    E aquilo que ninguém explica
    Caminharemos juntos até a morte



    Randerson Figueiredo – 06/06/17 às 21h58min

    Referências bibliográficas

    JUNG, C.G. (1984) Psicologia do inconsciente, São Paulo, Editora Vozes
    JUNG, C.G. (1996) O Eu e o Inconsciente. Petrópolis, Editora Vozes
  • Você pode gostar também

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por mim (Randerson Figueiredo) antes de serem publicados. Não serão aprovados os comentários:
    - não relacionados ao tema do post;
    - com pedidos de parceria;
    - com propagandas (spam);
    - com link para divulgar seu blog;
    - com palavrões ou ofensas a pessoas e situações;