• OH CÉUS! OH VIDA! OH AZAR!



    Hoje estou aqui para falar sobre pessimismo e vou utilizar como exemplo o famoso desenho de Hanna Barbera com os personagens do leão Lippy e a hiena Hardy.

    Lippy, o leão, sempre bolava planos infalíveis para os dois se darem bem, mas Hardy com todo o seu pessimismo nunca acreditava que teriam sucesso.

    Nessas horas que ele dizia a famosa frase: "Oh céus! Oh vida! Oh azar! Isto não vai dar certo!”

    A meu ver os pessimistas são fundamentais para o nosso crescimento. Pessoas capazes de nos alertar sobre os problemas, sobre as dificuldades...

    ... mas são impossibilitadas de ser capazes de levantar soluções.

    Essa incapacidade reflete nossa capacidade de reagir a nossa principal zona: a zona de conforto.

    O pessimista sempre reage com cautela.

    Por isso precisamos escutá-los, com fé e determinação, pois são essas pessoas que nos levarão a um melhor conhecimento para decidirmos que rumo iremos tomar.

    Tudo isso é estratégia. Decisão e trabalho.

    A personagem da hiena nos faz caminhar sobre esses trilhos.

    Agora sim, num grupo deve-se existir no máximo um pessimista, mais de um já é covardia, sejamos sinceros. É como um submarino, pode até flutuar, mas foi feito para afundar.

    E para lidar com pessimistas além de escutá-los, devemos saber quem somos, e as lutas que valem a pena, caso contrário não sabemos qual empenho saberemos escolher.

    E quando pessimista falar, deixe-o falar, e falar abundantemente.

    Você pode balançar a cabeça positivamente e trabalhar, e trabalhar abundantemente.

    Essa é a resposta que devemos dar aos pessimistas.

    Devemos nos construir constantemente.

    Esforçar-se mais.

    Trabalhar mais.

    E saber que o pessimista reflete que todo o esforço lançado é base fundamental para o não crescimento de algum projeto, mas mais do que isso, é o que pode ser feito para saber até que ponto eu posso alcançar.
    Randerson Figueiredo
    E caso eu fracasse, tente e tente mais uma vez...


    E saber que a vida só vale a pena se aproveitada e regada com pessimismo e otimismo na medida certa, para que eu possa sair da zona de conforto na medida ideal para um bom desenvolvimento.
  • Você pode gostar também

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por mim (Randerson Figueiredo) antes de serem publicados. Não serão aprovados os comentários:
    - não relacionados ao tema do post;
    - com pedidos de parceria;
    - com propagandas (spam);
    - com link para divulgar seu blog;
    - com palavrões ou ofensas a pessoas e situações;